Seja bem vindo

Se você já possui cadastro na nossa loja, informe abaixo seus dados de login para entrar

Cód. Produto: 978-65-5831-155-3-PDF

Do Paiaku de Montemor ao Caboclo da Vila de Guarany [e-book PDF]

Luta por terras e redefinições identitárias

Produto Gratuito

Preencha os campos abaixo para baixar download:

Marcos Felipe Vicente reconstitui neste livro a complexa e tortuosa trajetória de lutas por terra e afirmação identitária dos indígenas Paiaku de Montemor que se tornaram os Caboclos da Vila de Guarany. Nas primeiras décadas do século XX, eles enfrentaram o padre Eduardo Nabuco de Araripe, pároco da vila de Aquiraz, no Ceará, que pretendia cobrar foros sobre suas terras, reivindicando-as para o patrimônio de Nossa Senhora da Conceição. 


A identidade de caboclos, se dada ou imposta pelos colonizadores, foi por eles assumida nessa disputa na qual afirmavam sua condição de indígenas com direito àquelas terras pertencentes à antiga aldeia de Montemor, o Velho, onde viviam os Paiaku. Conflito intenso e complexo no qual, para além do padre e dos índios, envolveram-se muitos outros agentes que, entre alianças e conflitos, configuraram intrincadas redes de poderes locais e regionais, incluindo os próprios indígenas.

 

Ao se debruçar sobre esse conflito e desvendar os interesses e as múltiplas interações entre os atores, o autor evidencia que, tal como os seus pares da atualidade, os caboclos de Guarany souberam articular-se com setores políticos e intelectuais para construir uma rede de apoio às suas reivindicações.


A obra contribui para os estudos históricos e antropológicos sobre os indígenas, do período colonial aos nossos dias. Afinal, conflitos e disputas por terras e identidades indígenas, temas centrais neste livro, não se restringem ao passado. Na articulação entre passado e presente para compreender as lutas e as identidades dos Paiaku no século XIX, Marcos Vicente levanta questões que apontam novos e importantes caminhos de investigação sobre temas atuais e relevantes. 

Código:
978-65-5831-155-3-PDF
  • Informações do produto Seta - Abrir

    Marcos Felipe Vicente reconstitui neste livro a complexa e tortuosa trajetória de lutas por terra e afirmação identitária dos indígenas Paiaku de Montemor que se tornaram os Caboclos da Vila de Guarany. Nas primeiras décadas do século XX, eles enfrentaram o padre Eduardo Nabuco de Araripe, pároco da vila de Aquiraz, no Ceará, que pretendia cobrar foros sobre suas terras, reivindicando-as para o patrimônio de Nossa Senhora da Conceição. 


    A identidade de caboclos, se dada ou imposta pelos colonizadores, foi por eles assumida nessa disputa na qual afirmavam sua condição de indígenas com direito àquelas terras pertencentes à antiga aldeia de Montemor, o Velho, onde viviam os Paiaku. Conflito intenso e complexo no qual, para além do padre e dos índios, envolveram-se muitos outros agentes que, entre alianças e conflitos, configuraram intrincadas redes de poderes locais e regionais, incluindo os próprios indígenas.

     

    Ao se debruçar sobre esse conflito e desvendar os interesses e as múltiplas interações entre os atores, o autor evidencia que, tal como os seus pares da atualidade, os caboclos de Guarany souberam articular-se com setores políticos e intelectuais para construir uma rede de apoio às suas reivindicações.


    A obra contribui para os estudos históricos e antropológicos sobre os indígenas, do período colonial aos nossos dias. Afinal, conflitos e disputas por terras e identidades indígenas, temas centrais neste livro, não se restringem ao passado. Na articulação entre passado e presente para compreender as lutas e as identidades dos Paiaku no século XIX, Marcos Vicente levanta questões que apontam novos e importantes caminhos de investigação sobre temas atuais e relevantes. 

  • Especificações Seta - Abrir
    Código:
    978-65-5831-155-3-PDF